Câncer de mama: como realizar o autoexame

Neste mês de outubro, o mundo se une para a conscientização do câncer de mama – tipo mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele não melanoma. O diagnóstico precoce, neste caso, é um passo importante para o tratamento. Por essa razão, o autoexame de mama é um “instrumento” que qualquer mulher pode realizar em sua própria casa.

Antes de saber os passos para realizar o autoexame, é importante ficar atento a algumas orientações preliminares. Este exame é apenas uma precaução, o que não substitui o acompanhamento e exame médico, como a mamografia. A realização do mesmo deve ser feita por mulheres acima de 20 anos após sete dias do período menstrual.

A regra muda em relação às mulheres a partir dos 40 anos – fase em que o câncer de mama tem mais chances de manifestar. Elas podem realizar o autoexame, mas o acompanhamento ginecológico e a mamografia devem ser obrigatoriamente anuais. O exame é importante porque identifica lesões não palpáveis, ou seja, que podem não ser sentidas durante o autoexame.

O autoexame pode ser realizado em frente ao espelho, em pé ou deitada. Nos seios, você deve procurar por nódulos (caroços), secreções mamilares, qualquer anormalidade, abaulamentos ou retrações da pele e do complexo aréolo-mamilar.

Câncer de mama: por que precisamos falar dele?

Câncer de mama: como realizar o autoexame 1

COMO EU REALIZO O AUTOEXAME DE MAMA?

EM FRENTE AO ESPALHO

Passo 1 – Posicione-se em frente ao espelho;

Passo 2 – Observe os seios, com os braços caídos;

Passo 3 – Coloque as mãos na cintura com bastante força;

Passo 4 – Coloque as mãos atrás da cabeça e observe os seios;

Passo 5  Pressione levemente o seio e veja se há saída de secreção;

EM PÉ ( PODE SER FEITO NO BANHO)

Passo 1 – Levante o braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;

Passo 2 – Com a mão direita esticada, examine o seio esquerdo;

Passo 3 – Faça movimentos circulares, de cima para baixo;

Passo 4 – Repita os movimentos na outra mama;

SINAIS QUE VOCÊ DEVE FICAR ATENTA DURANTE O AUTOEXAME

  • Mudança no tamanho e no formato da mama;
  • Saída de líquido de origem desconhecida;
  • Vermelhidão, ardor, ou coceira na pele ou ao redor da mama;
  • Pequena ferida na pele;
  • Afundamento ou retração da mama;
  • Nódulo ou pequeno caroço na mama, ou na axila;
  • Mudança na textura de pele;
  • Dor constante na região da mama ou axila;

O aparecimento de alguma dessas características listadas é o sinal de que você precisa procurar um médico. Em todo caso, o câncer de mama só pode ser diagnosticado com a mamografia, o que significa que ele pode não dar “sinais”. Por essa razão, buscar ajuda médica, seja para um possível diagnóstico de câncer ou outra doença, é sempre o recomendável.

whatsapp telefone facebook instagram logo_ae menu_mobile