Como criar novos hábitos saudáveis - Clínica Popular Cuidar Mais

Clínica Cuidar +
Clínica Cuidar +
Clique aqui e agende sua consulta e exame

Solicite nossa tabela de preços

Cadastre-se

Prevenção e Saúde
Publicado em 23 de janeiro de 2019, por Editor AE Digital, às 17:40
Clínica Cuidar Mais >> Prevenção e Saúde >> Como criar novos hábitos saudáveis

Como criar novos hábitos saudáveis

Dentre as diversas promessas para o ano que se inicia, a criação de novos hábitos saudáveis certamente figura no rol das queridinhas. Parar de fumar, emagrecer, praticar exercícios físicos, dormir melhor, divertir-se mais são apenas algumas das mais comuns resoluções de ano novo.

Se não paira dúvida de que a adoção de hábitos mais saudáveis é fundamental não apenas para se viver mais, mas também para se viver melhor, a grande questão é: como começar?

Obviamente, cada pessoa possui sua singularidade, suas particularidades, com metas e objetivos individuais, que deverão ser alcançados de acordo com a forma ideal para cada um.

No entanto, algumas dicas são comuns a todos, e servem de parâmetros iniciais para a mudança de atitude e a criação de novos hábitos saudáveis.

Confira abaixo algumas dicas que podem ser valiosas nesta busca!

O que eu quero ou preciso mudar em minha vida?

Este é o primeiro e, talvez, o mais importante passo para qualquer mudança: identificar de forma clara quais são os hábitos que fazem mal e que se pretendem abandonar.

Ter muita clareza e convicção dos reais motivos que conduzem à tomada dessa decisão, a de criar novos e mais saudáveis hábitos, ajuda a manter o foco e a determinação.

Refletir sobre a importância de uma vida mais plena, com mais disposição, com maior liberdade e mais próxima das pessoas que se ama, ajuda a criar força e coragem para de fato abandonar os maus hábitos.

Se o seu objetivo é parar de fumar, por exemplo, o primeiro passo é refletir sobre o papel do cigarro em sua vida, observando claramente os malefícios que este hábito nocivo traz para você e para as pessoas ao seu redor.

Reconhecida a gravidade e a dimensão do problema, é preciso ter firmeza e “abraçar” a decisão de que não vai mais fumar.

Conhecendo o nosso corpo

Adquirida a clareza do que se quer abandonar e criada forte convicção acerca dos novos hábitos que se pretendem adotar, agora é o momento de pensar em estratégias e táticas para viabilizar o processo, para transformar as ideias e vontades em ação.

Dependendo do novo hábito que se busca adotar, um dos primeiros passos a se tomar é verificar o atual estado de saúde do organismo, verificar se o corpo está apto para a mudança.

Se o que se busca é emagrecer, por exemplo, certamente será necessário alterar não apenas a alimentação, mas também incluir na rotina diária a prática de exercícios físicos. Se a compulsão alimentar for muito intensa, a ajuda de um psicólogo pode ser de grande importância para a compreensão das causas profundas desse hábito.

No quesito alimentar é preciso tomar muito cuidado com alterações drásticas na forma, quantidade e tipo de alimentos a serem ingeridos. Fuja de dietas prontas e que prometem milagres. Lembre-se que tudo que vem fácil vai fácil!

O apoio de um nutricionista ou de um médico especializado em nutrição é fundamental para que o organismo não seja privado de forma abrupta dos macro e micronutrientes de que precisa para funcionar corretamente. É esse profissional quem irá verificar o seu atual estado corpóreo e será capaz de definir a melhor estratégia e cardápio a ser adotado para cada caso específico.

Sobre a realização de exercícios físicos é também de extrema importância que se busque um médico antes de se iniciar qualquer tipo de prática.

A realização de um check-up completo é indispensável para que se identifiquem problemas de saúde pré-existentes que podem comprometer ou até mesmo impedir a prática de exercícios físicos.

Como deixar um hábito nocivo e criar hábitos mais saudáveis?

Tomada a decisão de se adotar novos hábitos e obtido o aval dos profissionais de saúde capacitados para este processo, é hora de arregaçar as mangas e começar de fato a mudança.

Um dos erros mais comuns na construção de hábitos mais saudáveis é, na linguagem popular, “querer dar um passo mais largo do que as pernas podem dar”.

Ter metas e objetivos complexos e ambiciosos não é ruim, mas eles precisam ser acessíveis, possíveis de serem realizados. Do contrário, além de não conseguir atingir o que se almeja, cria-se também um impacto psicológico negativo, que desestimula a mudança.

Portanto, uma importante dica é estabelecer metas de curto, médio e longo prazo.

Divida uma grande tarefa em fases, em etapas, e cumpra-as uma a uma.

Se você fuma 1 maço de cigarros por dia, talvez seja mais fácil reduzir gradativamente o número de cigarros fumados ao longo de um mês, de uma semana, do que simplesmente parar de fumar abruptamente.

Se o seu objetivo é fazer caminhadas ou mesmo correr, não pense que do dia para a noite você irá participar de uma maratona. Se você tiver perseverança, certamente chegará lá, mas para isso é necessário que se comece aos poucos.

Sinta como o seu corpo reage ao exercício e, ao longo do tempo, aumente a distância e a intensidade.

Mantenha-se firme!

Um hábito nada mais é do que uma prática constante, uma atividade que se realiza com certa frequência e periodicidade, muitas vezes de forma quase mecânica e impulsiva.

Portanto, para se deixar de lado um hábito ruim e criar novos hábitos saudáveis, é necessário um caminho de mão dupla: largar as antigas práticas e substituí-las por novas.

Se ao chegar do trabalho determinada pessoa tem o hábito de passar 2 horas em frente à televisão, por exemplo, para que ela consiga romper com este mecanismo será necessário trocá-lo por outro. Se a meta é emagrecer, ao invés de assistir à televisão, nada melhor do que usar este tempo para uma caminhada.

E assim, dia após dia, um hábito que considerávamos ruim vai sendo substituído por outro.

Mas lembre-se, cuidado com o “fogo de palha”! Para criar um novo hábito é fundamental constância e frequência na atividade, é necessário repeti-la muitas e muitas vezes, até que ela se torne algo inseparável de sua rotina.

Esperamos que estas dicas tenham ajudado não apenas para que o primeiro passo rumo à mudança de hábitos tenha sido dado, mas para que também muitos e longos outros passos também sejam dados rumo a uma vida mais saudável e plena!

Comentários ()


Clinica Cuidar Mais
Clínica Cuidar Mais
Digitando...
Olá, aqui é o Chatbot da Clínica Cuidar Mais. Qual é o seu nome?
Nome da pessoa
Nome da Pessoa, você poderia me informar seu email?
email@email.com
Qual é o seu número de telefone ou celular?
(00) 90000-0000
Muito obrigado pelas informações. Qual é a sua dúvida?
Texto da dúvida do cliente sobre a Clínica Cuidar mais
Nome da Pessoa, vou te encaminhar agora para nossos atendentes do WhatsApp.
O WhatsApp abrirá e você poderá iniciar uma conversa. Se isso não ocorrer, clique no botão abaixo.
2019 Copyright | AE Digital