Conheça 6 doenças oculares

Para que a visão humana tenha um funcionamento adequado, é preciso que haja algumas condições oftalmológicas apropriadas e dessa forma podemos ver corretamente. Confira 6 doenças oculares:

Miopia: Na miopia, a imagem se forma na frente da retina, por um comprimento aumentado do globo ocular ou por um aumento da curvatura da córnea ou do cristalino. Dessa forma, a dificuldade é na visão para longe, mas pode ser corrigida com lentes esféricas negativas ou divergentes.

Hipermetropia: Ao contrário da miopia, na hipermetropia o olho apresenta um menor comprimento, ou a córnea ou o cristalino possuem uma menor curvatura. Assim, a imagem se forma atrás da retina, havendo dificuldade para perto nos jovens e para longe nos casos mais graves e nos présbitas (vide a seguir). A hipermetropia pode ser corrigida com lentes esféricas positivas ou convergentes.

Astigmatismo: É causado por irregularidades na superfície da córnea ou do cristalino, a imagem apresenta diversos focos. Dificulta a visão tanto para longe quanto para perto. Pode ser corrigida com lentes cilíndricas ou tóricas.

Presbiopia (vista cansada): Está relacionada ao envelhecimento normal do olho humano. Geralmente após os 40 anos de idade, o olho perde a capacidade de focalizar objetos de perto (acomodação). Pode ser corrigida com lentes para perto (monofocais) ou para longe e perto (multifocais).

Somente um médico oftalmologista está autorizado a fazer o exame de refração (para saber se é necessário usar óculos e qual o grau ideal para cada paciente) e prescrever óculos, por isso, procure sempre o oftalmologista.

Catarata

Catarata é a opacificação do cristalino, a lente natural do olho. Na maioria dos casos ocorre pelo envelhecimento normal do olho, é progressiva (tende a piorar com o passar do tempo) e diminui a qualidade da visão. Porém, pode ser congênita, quando uma criança nasce ou apresenta a catarata logo nos primeiros meses de vida, e também secundária a outras doenças (como inflamações no olho), a traumas (batidas ou perfurações oculares) ou mesmo após cirurgias oculares.

A única maneira de melhorar a visão de um olho com catarata é através de cirurgia. Na cirurgia, a catarata é retirada e coloca-se uma lente intraocular no lugar do cristalino opacificado retirado. Existem várias técnicas cirúrgicas e modelos de lentes intraoculares, converse com o seu oftalmologista.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença ocular que acomete principalmente o nervo óptico, geralmente associada a um aumento da pressão intraocular. A maioria dos pacientes acometidos é idosa e pode haver hereditariedade.

Glaucoma agudo: dor ocular de forte intensidade, acompanha de olho vermelho, dor de cabeça e vômitos, inicia-se rapidamente. É uma urgência, devendo o paciente procurar um oftalmologista o quanto antes, pois o atraso no tratamento pode levar a graves sequelas oculares e na visão.

Glaucoma crônico: é a maioria dos casos, não apresenta dor ocular, a pressão intraocular encontra-se aumentada, sendo geralmente diagnosticada em exames de rotina. Além do exame oftalmológico, outros exames são necessários para o diagnóstico e acompanhamento (como campimetria visual, paquimetria, retinografia, entre outros). A perda visual ocorre da periferia para o centro, e por isso, a queixa visual ocorre somente dos estágios mais tardios.

Alterações da visão que podem ser corrigidas com óculos
Agende sua consulta com a nossa equipe de Oftalmologia para cuidarmos mais de você!

whatsapp telefone facebook instagram logo_ae menu_mobile