DSTs: conheça seis tipos mais comuns - Clínica Popular Cuidar Mais

Clínica Cuidar +
Clínica Cuidar +
Clique aqui e agende sua consulta e exame

Solicite nossa tabela de preços

Cadastre-se

Exames e diagnósticos
Publicado em 17 de janeiro de 2018, por Philippe Azevedo, às 14:04
Clínica Cuidar Mais >> Prevenção e Saúde >> Conheças as DSTs mais comuns e como preveni-las

Conheças as DSTs mais comuns e como preveni-las

Todo cuidado é pouco quando o assunto são as DSTs – doenças sexualmente transmissíveis. Apesar de toda a divulgação em mídias gerais sobre o perigo delas, ainda há muito desconhecimento quanto às formas de contágio. É por isso que neste artigo você vai conhecer as mais comuns e como ter uma relação segura com qualquer pessoa.

Primeiro, é importante lembrar que as DSTs não são transmitidas apenas por sexo. Algumas delas são contraídas por outros tipos de contato, como beijo e toques no local. Por essa razão, conhecer os tipos das doenças sexualmente transmissíveis é a melhor forma de prevenção.

Por ter diversos tipos de DST’s – só entre as variedades do vírus do HPV, são mais de 100 tipos diferentes -, listamos as 6 DSTs mais comuns, as formas de contágio e os melhores métodos de prevenção.

6 tipos mais comuns de DSTs

HPV

É a sigla para o papiloma vírus humano, que engloba mais de 100 vírus diferentes. A transmissão ocorre por relação sexual, inclusive pelo sexo oral. O uso da camisinha é a melhor forma de prevenção, já que os sintomas nem sempre são aparentes.

CANCRO MOLE

Mais comum em homens que mulheres, o cancro é, também, uma doença sexualmente transmissível. Os sintomas, geralmente, atingem as partes genitais, com ferimentos, deixando o paciente com febre, dor de cabeça e fraqueza. A única forma de prevení-lo é usando preservativos.

GONORREIA

É uma bactéria super resistente, que tanto em homens quanto em mulheres pode causar infertilidade. A melhor maneira de não contrair é usando camisinha, inclusive no sexo oral.

SÍFILIS

Também sexualmente transmissível, a sífilis causa ferimentos nas genitálias e caroços na virilha aproximadamente duas semanas após o contato sexual. As marcas podem sumir na terceira fase da doença, mas ainda há risco de contágio, por isso, a única forma de prevenção é a camisinha.

AIDS

A AIDS (HIV) é uma das DTS’s mais conhecida e temida, pois a medicina ainda não descobriu a cura para a doença. Após o contágio, a Aids pode demorar até 10 anos para se manifestar e pode ser transmitida sem a pessoa saber. O ideal é que realize exames sorológicos regularmente. O uso do preservativo é fundamental.

HEPATITE B

A Hepatite B é uma doença sexualmente transmissível, mas também por ser contraída pelo contato com o sangue e por materiais cortantes contaminados, como o alicate.

Comentários ()


Clinica Cuidar Mais
Clínica Cuidar Mais
Digitando...
Olá, aqui é o Chatbot da Clínica Cuidar Mais. Qual é o seu nome?
Nome da pessoa
Nome da Pessoa, você poderia me informar seu email?
email@email.com
Qual é o seu número de telefone ou celular?
(00) 90000-0000
Muito obrigado pelas informações. Qual é a sua dúvida?
Texto da dúvida do cliente sobre a Clínica Cuidar mais
Nome da Pessoa, vou te encaminhar agora para nossos atendentes do WhatsApp.
O WhatsApp abrirá e você poderá iniciar uma conversa. Se isso não ocorrer, clique no botão abaixo.
2019 Copyright | AE Digital