Dermatologia

A pele é o maior órgão do corpo humano. Ela reveste todo o corpo e tem um importante papel imunológico, atuando como primeiro órgão de defesa do organismo, além de ser responsável pela regulação da temperatura normal, sensibilidade de vibração, pressão, temperatura e dor, equilíbrio hídrico do corpo e produção de vitamina D.
Fazem parte da dermatologia também os pêlos, cabelos, unhas e glândulas da pele.

A pele pode ser atingida por vários tipos de doenças e pode também sofrer os dados causados pela exposição solar, como envelhecimento e aparecimento de câncer de pele.
Infecciosas: são doenças causadas por microorganismos capazes de vencer a barreira de defesa e causar infecção.

São exemplos comuns:

  • Micoses de pele e unha
  • Verrugas
  • Erisipela e celulite
  • Hanseníase
  • Herpes (oral, genital ou herpes zoster, que pode acometer a pele em qualquer lugar do corpo)
  • Doenças Sexualmente Transmissíveis (sífilis, cancro, verruga)

Inflamatórias:  ocorrem por desregulação do ciclo normal de produção das células e dos fatores de inflamação da pele.

  • Acne (espinha)
  • Psoríase
  • Dermatite seborreica (caspa)
  • Rosácea
  • Dermatite atópica

Alérgicas: causadas por produtos ou remédios, seja de passar ou de tomar e que acometem a pele de qualquer lugar do corpo.
Para confirmação pode-se fazer exames como por exemplo o Pach Test (Teste de Contato Alérgico) que mostra qual a substância específica que causa a alergia na pele de cada indivíduo.

  • Eczemas alérgicos
  • Exantemas por remédios (quando o corpo todo fica vermelho)
  • Urticária

Auto-imunes: as doenças auto-imunes não tem uma causa externa. O responsável é o próprio corpo. O sistema de defesa é muito complexo e eficiente, mas às vezes ele pode se confundir, achando que alguma célula ou parte do corpo é estranha, e então ataca como se estivesse se defendendo.

  • Vitiligo
  • Alopecia Areata
  • Lúpus Eritematoso
  • Pênfigos
  • Vasculites

Tumorais: a pele pode ser atingida por vários tipos de câncer.

O carcinoma basocelular e o carcinoma espinecelular geramente estão relacionados à exposição ao sol. Para tratar pode ser necessário fazer uma cirurgia retirando o tumor.
O melanoma é um câncer mais grave que deve ser tratado rapidamente com cirurgia.
Existem também linfomas e leucemias que atingem a pele, e o tratamento inicial é feito pelo dermatologista, mas pode haver necessidade de tratar também com o hematologista.

Congênitas: isso significa que a pessoa já nasceu com a alteração ou ela se formou até os dois anos de idade. Devem ser acompanhadas mesmo durante a vida adulta.

  • Nevus (são as pintas, e incluem as manchas de nascença)
  •  Neurofibromatose
  • Esclerose tuberosa

Metabólicas: podem ocorrer por dificuldades do corpo em metabolizar algumas substâncias, que acabam se acumulando. Deficiência de nutrientes e vitaminas podem também atingir a pele, unhas e cabelos.

  • Deficiência de vitamina B, C, D, Biotina, Zinco
  • Alterações do Cálcio, Ferro, Cobre, Selênio
  • Eflúvio (queda de cabelo)
  • Obesidade
  • Diabetes
  • Gota
  • Xerose (pele seca)

É muito importante que o médico dermatologista faça o diagnóstico correto e tratamento precoce das doenças da pele, cabelos e unhas. Algumas doeças dermatológicas não trazem riscos à vida, mas afetam a qualidade de vida.
Além disso, faz parte do check up anual passar por um exame dermatológico completo em busca de câncer de pele, pois quanto mais cedo for feito o tratamento, mais eficiente ele será.

Caso queira cuidar da saúde da pele ou já tenha um diagnóstico em mãos, agende sua consulta online ou ligue: (11) 5070-1090.

whatsapp telefone facebook instagram  AE Digital - Agência digital em São Paulo menu_mobile