Manchas na pele

Podem sinalizar problemas de saúde!

As manchas na pele podem existir desde o nascimento ou podem surgir ao longo da vida, devido à causas como exposição solar excessiva, envelhecimento da pele, alergias ou problemas graves, como câncer por exemplo.

Normalmente as manchas de nascença não costumam ser graves, já as que surgem ao longo da vida devem ser identificadas e em alguns casos tratadas por um dermatologista para evitar que se tornem um problema.

Para prevenir manchas na pele é indispensável o uso do protetor solar, mesmo naqueles dias que não está tanto sol,  hidratar a pele todos os dias e evitar exposição solar por tempo prolongado. Porém, algumas diferenças que aparecem na pele devem ser tratadas com um especialista. Procure um dermatologista quando:

– Perceber que os sintomas não desaparecem depois de alguns dias.

– Estiver também com febre, ínguas, falta de apetite e perda de peso.

– Já tiver sofrido alguma doença parecida ou se houver algum histórico do problema na família.

 Os especialistas dizem que grande parte dos problemas de pele são simples e há como serem tratados, claro que é importante consultar um medico caso perceba alguma diferença na pele, unhas ou cabelo.

Saiba ao que cada sintoma pode estar relacionado:

Coceira; no geral está relacionado com uma alergia que pode ser curada com o uso de medicamentos. Mas em algumas exceções pode estar sinalizando tipos de câncer como linfoma e o de fígado.

 Manchas roxas; manchas que surgem sem que a pessoa tenha batido ou feito alguma coisa, pedem alerta. Doenças como leucemia, cirrose e alterações no fígado podem provocar essas manchas.

 Perebas pelo corpo; uma bolinha amarelada que surge nas pálpebras pode indicar que o colesterol está alto, bolinhas avermelhadas pelo corpo estão relacionadas ao aumento da triglicérides. Para ambos os casos é preciso procurar um médico pra fazer os exames.

Manchas avermelhadas; placas vermelhas pelo corpo podem ser sinal de lúpus, as vezes a vermelhidão pode aparecer no rosto, sobre o nariz e ao lado dele. Um que atinge só a pele, chama-se cutâneo, e o mais grave e que pode afetar os órgãos internos chama-se sistêmico.

Unhas e cabelos também dão sinais; quando eles ficam frágeis podem estar sinalizando alterações na tireóide, falta de proteínas e ferro, e em alguns casos câncer e AIDS. Unhas em duas tonalidades podem chamar atenção para problemas renais, para descobrir é preciso visitar um dermatologista.

Por isso, caso você tenha algum desses sinais pelo corpo, não exite! Marque uma consulta com um dermatologista.

whatsapp telefone facebook instagram logo_ae menu_mobile